Manter (algum) estilo no pós parto

Ser mãe transforma-nos (banalidade, eu sei, mas fiquem comigo até ao fim). Quando as minhas amigas foram mães, praticamente todas antes de mim, dizia sempre que não ia deixar que elas se esquecessem delas próprias usando a desculpa da falta de tempo. Afinal o que são 5m de manhã para não esquecer a maquilhagem…

A verdade é que quando temos um bébe nos braços pela primeira vez percebemos que aquele pequeno ser muda de facto o nosso mundo, sobretudo a forma como nos vemos no mundo. Deixamos de ser só nós para passarmos a ser a mãe de alguém (mas confesso que ainda não me acostumei a ser chamada só por mãe da Ema).

Acho que nunca bati no fundo no que ao desleixe diz respeito, mas foi muito importante voltar ao trabalho e ter uma rotina minha, arranjar-me de manhã para sair de casa. E sobretudo foi importante garantir que estava preparada antes dela nascer, tendo umas reservas de roupa e maquilhagem prontas a usar.

A todas as minhas amigas grávidas deixo algumas dicas que me ajudaram a manter a cara fresca e o aspeto cuidado, mesmo em casa. No ano passado por esta altura estava precisamente a preparar-me para a mais desafiante etapa da minha vida.

– Renovar as roupas de ‘trazer por casa’: os saldos estão aí e são uma ótima altura para comprar calções, leggings, t shirts e vestidos de algodão com pinta. Pensar sempre que as mães de Agosto vão querer estar fresquinhas e práticas. Comprei sempre o número acima pois não sabia como ia sair da maternidade…

– Separar vários conjuntos e colocá-los numa gaveta separados das restantes roupas. Porquê? Pelo menos no primeiro mês, tomar banho e vestir vai ser a tarefa mais rápida que alguma vez já executaram. Se tiverem que pensar o que vestir e procurar peças em várias gavetas é meio caminho para nem tirarem o pijama. Separem pelo menos 7 conjuntos. Vão lavando e colocando na gaveta, sem pensar.

– Ter prontos pelo menos 3 conjuntos para sair à rua, porque queremos passear o nosso bebé com estilo, certo? Podem ser aqueles vestidos que usaram ainda com barriga ou outros que vos façam sentir bem com o vosso corpo ainda em mudança. A ideia é não entrar em stress ao abrir o armário e perceber que só temos roupa de grávida e roupa que não serve. Há imensas opções para não grávidas que funcionam bem para quem ainda não recuperou a forma. E não há nada melhor do que vestir algo novo para nos sentirmos bem connosco. E também não vale a pena contar os dias para voltar a vestir aqueles jeans… se não servirem nos próximos 6 meses têm uma desculpa para voltar a comprar uns novos.

– Manter ao pé da escova de dentes: corretor de olheiras, rímel e um batom de cor neutra hidratante. Não há mesmo desculpas, é tão rápido como lavar os dentes e disfarça o ar de mortas vivas nas fotos que nós e todas as visitas nos vão tirar com o bebé. Confesso que até para a maternidade levei o meu kit, mas só usei o batom. Claro, não esquecer o hidratante antes da maquilhagem, que usei sempre religiosamente.

– Adotar uma mala a tiracolo pequena e de cor neutra onde caiba o telemovel, a carteira e pouco mais e tê-la sempre pronta para sair. É a melhor opção para quem tem que levar ainda um saco com coisas do bebé. Por vezes optava por colocar as minhas coisas no saco do bebé, péssima ideia porque nunca encontrava lá nada sem ser chupetas e fraldas.

Post pregnancy easy outfits

 

Advertisements

Coisas que já fartam: embroided

No último ano foi impossível escapar a peças bordadas, desde camisas a jeans, bomber jackets, impossível entrar numa loja sem encontrar uma panóplia de estilos de bordados de flores diferentes.

Ia jurar que a tendência já não continuava nesta estação outono inverno mas pelo que tenho visto do início das coleções ela está para ficar… too much, maybe?

IMG_1231

Peças disponíveis aqui

Maxi dress 

Com os vestidos compridos tinha uma relação de amor-ódio. Gostava muito de os ver noutras mulheres, mas sempre que me metia dentro de um achava que não eram para mim. Até encontrar este… Saltou-me à vista o padrão e talvez por isso tenha gostado tanto dele.

Se  pensam que é difícil conjugar o que quer seja com vestidos compridos desenganem-se, para além de confortáveis são super versáteis! Vão bem com um bicker jacket, com uma camisola ou com um blazer para o trabalho.

O calçado é importante para o look resultar.  A melhor opção são uns botins curtos. Para mim, rasos só resultam para as muito altas, um salto, por mais baixo que seja, alonga imediatamente o look, como se quer quando não há perna à vista. 

  
  
  
  
Todas peças para ver aqui.

A peça que falta…

Fazer conjuntos criativos com as mesmas peças todos os dias não é fácil. Nos dias de menos inspiração fujo para o basico: duas peças, calças ou saia com uma camisa ou camisola, no Inverno junto um sobretudo. Fácil. Mas tal como tudo na vida, também no vestir o mais fácil é quase sempre desinteressante. 

Construir um look interessante passa muitas vezes por conseguir adicionar uma terceira peça. É chamada regra das três peças (the rule of three or the three piece rule). Sapatos e malas estão fora da equação… A terceira peça pode ser um blazer, um cardigan, um lenço, um cinto ou um colar mais arrojados. 

Se há dias em que inconscientemente isso acontece, há outros dias em que, sobretudo no Inverno, opto por uma camisa e um casaco mais quente e quando chego ao escritório, ao tirar o casaco, sinto falta de uma terceira peça. Não é pelo frio… É porque a terceira peça acrescenta dimensão ao look, faz-nos parecer mais compostas, passando a imagem de que de facto nos preocupámos e dedicámos algum tempo a cuidar da imagem ao juntar todas as peças de manhã.

Pensem numas calças de ganga e numa tshirt branca e básica como exemplo, a terceira peça pode ser uma sweater atada à cintura ou sobre os ombros, um colete, um lenço estampado, um bicker jacket ou um blazer! As opções são infinitas, a ideia mais uma vez é misturar. Não pensem apenas na necessidade de usar a peça ou na sua funcionalidade, mas no que ela pode fazer para melhorar o todo, ou seja o look…

Boas misturas!
 
 Nestes coordenados, todas as peças são possíveis de conjugar com todas as outras e é simples perceber a diferença entre usar apenas duas ou acrescentar a terceira. Todas as peças para ver aqui.

Todas as peças para ver aqui

Um vestido, todas as tendências 

Estou de volta! Com sugestões de looks versáteis para a época festiva. Muito preto, vermelho, dourado e brilho… para usar e abusar. Natal pede tudo isto e muito mais. Comprem uma peça diferente e especial, mas versátil, que consigam conjugar noutras ocasiões.

Deixo-vos algumas sugestões, todas elas com uma coisa em comum, os vestidos. Todos Zara e tendência…

  

Ver peças aqui.

  
Ver peças aqui.

  
Ver peças aqui.

  
Ver peças aqui.